Horário de Atendimento: Segunda à Sexta das 8h às 19h e Sábados das 8h às 12h

Dezembro Laranja: A campanha de prevenção ao câncer de pele

Dezembro Laranja: A campanha de prevenção ao câncer de pele
16 Dez

Dezembro Laranja: A campanha de prevenção ao câncer de pele

Dezembro é o mês das férias, do calor, da praia, das altas temperaturas, enfim, o mês que todo mundo espera. Mas, é também o mês no qual devemos cuidar da nossa pele, afinal, o sol quente pode provocar os temidos cânceres de pele.

O câncer de pele é o mais frequente entre homens e mulheres, representando quase 30% de todos os casos da doença. Segundo um artigo publicado pela Agência Brasil, o Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva (INCA) estima para mais de 180 mil novos casos de câncer de pele melanoma e não melanoma por ano para o triênio 2020/2022, sendo a maioridade dos quadros serem em mulheres.

Outro dado que mostra a importância da prevenção é do Ministério da Saúde de 2018, no qual consta que as mortes pelo câncer não melanoma chegam a 1.358 e 971 em homens e mulheres, respectivamente.

Pensando em incentivar a prevenção, a campanha Dezembro Laranja foi criada em 2014 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). A ação faz parte da Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Pele.

Para incentivar o cuidado, precisamos conhecer mais da doença e formas de aumentar a prevenção. Você sabe quais são os cânceres de pele mais recorrentes?

Carcinoma basocelular

É o câncer de pele mais frequente na população, correspondendo a cerca de 70% dos casos. Se manifestam por lesões elevadas peroladas, brilhantes ou escurecidas que crescem lentamente e sangram com facilidade.

Carcinoma espinocelular

É o segundo câncer de pele de maior incidência no ser humano. Ele equivale a, mais ou menos, 20% dos casos da doença. É caracterizado por lesões verrucosas ou feridas que não cicatrizam depois de 6 semanas, podendo causar dor e sangramentos frequentes.

Câncer de pele melanoma

Apesar de corresponder apenas cerca de 10% dos casos, é o mais grave, pois pode provocar metástase rapidamente – espalhamento do tumor para outros órgãos do corpo humano, por isso, requer muita atenção. É conhecido por pintas ou manchas escuras que crescem e mudam de cor e formato rapidamente. As lesões também podem vir acompanhadas de sangramento.

A prevenção é fundamental e ela pode ser feita através de diversos cuidados e, é claro, o acompanhamento periódico de um especialista: o dermatologista. Confira algumas dicas de prevenção.

Não esqueça o protetor solar

Todos nós sabemos que, no verão, o uso de protetor solar é fundamental. Porém, a aplicação correta deve ser feita de 30 a 40 minutos antes da exposição ao sol. A partir desse momento, é preciso reforçar a proteção com aplicações realizadas de 3 em 3 horas, principalmente em ambientes como praias ou piscinas.

Nossa dica é de consultar-se com um dermatologista e identificar qual o melhor fator de proteção para a sua pele, garantindo a eficácia da proteção. O uso de um fator abaixo do recomendado para sua pele, tem o efeito preservativo diminuído.

Proteção muito além de filtro solar

Existem várias formas de proteger a pele do corpo contra os raios UVA e UVB do sol – justamente os raios ultravioletas que podem causar tumores malignos. É importante ressaltar que a proteção solar deve ser feita tanto em momentos de lazer quanto de trabalho sob o sol.

Para quem trabalha ao ar livre, segue algumas dicas do que usar:

• Roupas que cubram o corpo todo;

• Chapéus com abas largas;

• Óculos de sol com lentes UV;

Sempre que puder, busque abrigo de sombras e árvores.

Mantenha a pele limpa e hidratada

O excesso de areia, suor ou componentes químicos presentes nas piscinas, por exemplo, ressecam a pele de forma geral e favorecem a ocorrência de fissuras, por onde entram os microrganismos. Como consequência, podem causar doenças como micose e frieira.

Por isso, quando for a praia, é importante tomar uma ducha de água fria para tirar o acúmulo de impurezas ao final do passeio. Se sua preferência é de se limpar em casa, tome um banho assim que chegar.

Cuidado com a exposição ao sol

Das 10 às 16 horas é o período mais quente do dia, no qual a incidência da radiação solar é mais agressiva, deve-se evitar a exposição ao sol diretamente, pois nestes horários, há mais riscos para a sua pele.

Em qualquer dúvida ou sintomas, procure um médico

O Dermatologista é o médico que cuida do maior órgão do nosso corpo, a pele. A consulta regular com esse especialista trata a recorrência de possíveis sintomas como pintas na pele e indica os melhores tratamentos que envolvam a sua pele.

E você encontra dermatologistas na MedSim.

Contamos com dermatos que estão preparados e equipados para melhor lhe atender, auxiliar ou tirar as suas dúvidas com esse ou com qualquer outro assunto relacionado a sua pele.

Para agendar sua consulta, entre em contato. Para mais novidades e informações da MedSim, siga-nos nas redes sociais, Facebook e Instagram.


Voltar para a Listagem