Horário de Atendimento: Segunda à Sexta das 8h às 19h e Sábados das 8h às 12h

Cuide da sua pele para o verão

Cuide da sua pele para o verão
30 Out

Cuide da sua pele para o verão

O calor já está subindo e a vontade de aproveitar o verão só aumenta conforme vão os dias. Justamente pensando em aproveitar o melhor possível, é fundamental cuidar de sua pele, pois é o órgão mais afetado pela exposição prolongada ao sol.

Um dos principais riscos da falta de cuidado com o sol, se não, o maior, é o câncer de pele. Conforme o INCA (Instituto Nacional de Câncer), é o câncer mais comum entre brasileiros, correspondendo a mais de 30% em todos os diagnósticos registrados no país. Existem dois cânceres de pele: de pele não melanoma e pele melanoma. Vamos saber mais sobre cada um.

Câncer de pele não melanoma

É o mais frequente entre os dois, muito comum em pessoas com mais de 40 anos, especialmente de pele branca. Ainda mais, quando a pele clara já é sensível aos raios solares ou com histórico familiar.

O câncer de pele não melanoma é de fácil tratamento se diagnosticado previamente, com alto percentual de cura total. Ainda sim, todos precisam ter seus cuidados aumentados nessa época, como cuidar os horários de maior intensidade solar e usar o protetor solar adequado à sensibilidade de sua pele.

Câncer de pele melanoma

Com índice de frequência muito baixo, representando apenas 3% das neoplastias malignas diagnosticadas, o câncer de pele melanoma é mais frequente em adultos de pele branca, podendo aparecer em qualquer parte do corpo, tanto pele como mucosas. Em pessoas negras, pode vir a surgir em áreas claras do corpo, como palma das mãos e planta dos pés.

O câncer de pele melanoma pode possuir baixos índices, mas requer muito cuidado por sua gravidade. Ele possui maiores chances de ocorrer a metástase, que é a disseminação para outras partes do corpo.

Ainda sim, se diagnosticado previamente, assim como o câncer de pele não melanoma, possui grande porcentagem de cura.

Quais outros cuidados devo tomar?

Além do câncer de pele, existem outras doenças nas quis devemos ter o cuidado à exposição ao sol. Confira:

Reação Alérgica

A alergia do Sol existe, pode ser muito difícil de contrair, mas se apresenta com a fotossensibilidade. Dentre os sintomas, são eles vermelhidão, coceira e erupções cutâneas.

Quando apresentada essa reação alérgica aos raios UV, o paciente deve evitar ao máximo o contato prolongado do sol. Seu tratamento é a base de medicamentos que auxiliem no controle da alergia e o uso de roupas com proteção UV.

Dermatose

São alterações diversas na pele que se apresentam de uma vez só, como reações alérgicas diversas. Seu diagnóstico só pode ser feito de forma precisa com um dermatologista, por isso, se apresentados os sintomas, agende uma consulta com urgência.

Queimaduras

Após muita exposição ao sol, a pele fica vermelha, enrijecida, apresentando bolhas, coceira, calor intenso e dores ao contato. As queimaduras aumentam o risco de desenvolver rugas, manchas escuras e o já citado câncer de pele.

O tratamento é simples, feito a base de cremes, também recomendados por um dermatologista, após uma consulta.

Acne

Principalmente em jovens que estão passando pela puberdade e pessoas com a pele muito oleosa, a longa exposição ao sol irrita a pele, fazendo com que ela produza mais sebo, além de propiciar a reprodução e crescimento de bactérias.

Sabemos como uma época como essa dá aquela vontade de sair com os amigos, curtir a praia, mas lembramos que cuidar sempre faz bem! Lembre seus filhos de passarem protetor solar e cuidar a hora de intensidade do sol.

Uma dica para cuidar da pele oleosa no verão é o uso de produtos oil free.

Insolação

A longa exposição ao Sol pode causar em um paciente a insolação, que é como um resfriado. Seus sintomas são dores de cabeça, tontura, náusea, temperatura elevada (semelhante à febre), pulsação sanguínea elevada e confusão mental.

Em casos como esse, o repouso é o recomendado. Se os sintomas persistirem, a consulta com um clínico geral é recomendada.

Envelhecimento precoce

Também conhecido como fotoenvelhecimento, é o surgimento de rugas e manchas, por isso, o cuidado frequente com a exposição ao sol, o uso de hidratantes, beber bastante água e o protetor solar são essenciais para manter a pele sempre saudável.

Como prevenir?

Recomendamos mais uma vez a consulta com um dermatologista. Ele pode avaliar sua pele, indicar quais os melhores protetores solares e cremes que você pode utilizar, além de recomendar o mesmo que vamos dizer aqui: com a exposição adequada ao sol, é benéfico, pois o sol é uma fonte enorme de vitamina D, que faz bem para a pele e nosso sistema imunológico.

Por isso, veja que, apesar de muitos riscos, o verão é tempo de aproveitar! Seja na praia, nos parques e afins, pratique exercícios, cuide de sua alimentação e preserve sua saúde. Com as precauções em dia, seu verão tem tudo para ser o melhor de todos!

Na MedSim, você pode agendar uma consulta com um dermatologista e garantir o check-up do seu verão! Dúvidas e horários? Entre em contato.

Se você gostou do conteúdo, siga-nos nas redes sociais, Facebook e Instagram, para ficar por dentro de mais dicas!


Voltar para a Listagem